segunda-feira, 2 de junho de 2014

Vinícola Basso completa 40 anos com lançamentos de seis novos rótulos

> Vinícola Basso fica  no interior de Farroupilha, na Serra Gaúcha
A Vinícola Basso, de Farroupilha (RS), lançou muitas novidades para marcar seu aniversário de 40 anos recém completados. A empresa colocou no mercado seis novos vinhos finos  três espumantes, dois Brut e um Demi-Sec, além de três tintos varietais, das uvas Cabernet Sauvignon, Merlot e Tempranillo. “Nossa vinícola aprimorou ao longo do tempo a elaboração de vinhos finos. Por essa razão, a concepção de novos rótulos é constante e atende ao desejo dos consumidores”, revela o diretor comercial da vinícola, Fabiano Basso.

> Espumante Monte
Paschoal Dedicato
O grande destaque é o espumante Brut Champenoise, da linha Dedicato, que, aliás, acaba de ficar entre os Top Five no 6º Salão Internacional de Vinhos de Vitória (Expovinhos). Provei o rótulo, que tal qual os melhores espumantes é elaborado com Chardonnay e Pinot Noir, durante a última Expovinis, em São Paulo. Fiquei impressionado com a complexidade e o frescor do espumante. O preço para este rótulo ícone da vinícola é convidativo: R$ 70. Muito competitivo e páreo duro para espumantes inclusive acima deste preço. A garrafa, ainda por cima, tem design único e o rótulo é lindo!

Entre os lançamentos, destaque para os vinhos varietais da linha Reserve. O meu preferido é o Tempranillo, mas o Monte Paschoal Reserve Cabernet acaba de ficar entre os melhores na categoria Vinho Tinto do Novo Mundo, também na Expovinhos. Os rótulos são leves e frutados, ideais para o dia a dia. Afinal, pesquisas comprovam que o consumo moderado de vinho – uma taça por dia  faz bem para a saúde!

As novidades da Basso e as premiações conquistadas demonstram a sintonia da vinícola com o paladar dos consumidores brasileiros. Além disso, são um reconhecimento incontestável ao trabalho técnico de qualidade desenvolvido na Basso, que há apenas sete anos lançou a sua linha de vinhos finos Monte Paschoal. A rápida evolução é reconhecida por todos. 

Fabiano Basso diz que atender aos anseios do mercado é justamente uma das metas mais arrojadas da empresa que, em 2015, projeta um faturamento de R$ 50 milhões. “Queremos ultrapassar em, no mínimo, 20% o resultado do ano passado em 2014. Sabemos que temos potencial para tanto porque nossos vinhos já conquistaram prestígio no mercado interno e externo”, destaca o executivo. Ao todo, a empresa contabiliza 50 premiações nacionais e internacionais nos últimos anos.
> ProWein: Maria Angélica Rech cuida da exportação

Hoje, seus vinhos estão presentes em quase todo o território nacional. E a maior parte dos mais de 8 milhões de litros comercializados pela empresa é consumida nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. 

A Basso também é ativa no mercado externo, exportando para Canadá, Estados Unidos, Inglaterra e Noruega. O Japão deve ser o próprio destino dos rótulos da empresa. 

História
Vinda da Itália, no final do século XIX, a Família Basso aportou no Brasil trazendo consigo uma grande dose de esperança e algumas mudas de videiras. No local denominado Mato Perso, hoje município de Flores da Cunha, começou a produzir vinhos, prática cultivada com afinco por seus descendentes. Por volta de 1940, Hermindo Basso fundou a primeira vinícola da família, denominada na época Cantina Rural, que hoje constitui a Basso Vinhos e Espumantes.

Lançamentos de 2014

Linha Dedicato
-Espumante Brut Champenoise Dedicato

Linha Virtus
- Espumante Brut Virtus
- Espumante Demi-Sec Virtus

Linha Reserve
- Vinho Cabernet Sauvignon Reserve
- Vinho Merlot Reserve
- Vinho Tempranillo Reserve

Nenhum comentário:

Postar um comentário